149 visualizações
LINC
Entre os dias 22 e 25 de janeiro foi realizado o Leipzig Interventional Course (LINC), na Alemanha, um dos maiores congressos de Cirurgia Endovascular do mundo. Destinado a promover uma plataforma global, permite a análise interdisciplinar a respeito das doenças vasculares, integrando colegas de diferentes especialidades que fazem procedimentos intervencionistas, tendo como base a avaliação científica das diferentes técnicas, aplicadas na prática diária.
Este ano, foram realizados 89 casos ao vivo, principal característica do LINC, em 13 centros nacionais e internacionais, com discussões sobre indicações, técnicas, materiais e estratégias para realização de procedimentos.
Reunindo as maiores autoridades médicas mundiais, o congresso vem registrando crescente participação de brasileiros. A edição 2018 contou com a presença de vários brasileiros, como espectadores ou apesentando trabalhos. A SBACV entrevistou três associados que participaram do evento.
Dr Altino Ono Moraes (SBACV-PR) participou com apresentação de um tema livre no “Speaker Corner 6” e com um pôster moderado pelos Drs. Armando Lobato e Frank J. Criado. “O LINC é um congresso realmente espetacular. Se destaca por uma grade científica densa e casos ao vivo de diferentes partes do mundo. Em 2018, o que mais me surpreendeu foi a alta tecnologia empregada em todas as salas. Em especial, nas de temas livres e de apresentações de pôsteres. Fiquei muito feliz com as minhas apresentações e com o número de colegas brasileiros dando aulas. Já programo a minha ida para a edição 2019, afirma.
Quem também esteve presente foi o Dr. Lucas Marcelo Dias Freire (SBACV-SP/ Seccional Campinas), que participou do LINC no “Global Experts Exchange“, sessão que reuniu intervencionistas de diversas regiões do mundo para demonstrar suas experiências, técnicas ou soluções para casos complexos. “Apresentei o relato de um caso de aneurisma da artéria pancreaticoduodenal inferior associada à oclusão do tronco celíaco e o seu manejo por via endovascular. Foi uma grande oportunidade para trocar experiências e aprender com colegas de vários países”, destaca.
O médico Fábio Pereira (SBACV-ES) reforça que o LINC mais uma vez contou com importante participação de especialistas brasileiros. “O Espírito Santo apresentou um projeto de endoprotese para tratamento de aneurismas de arco aórtico envolvendo zona 0, que está em fase de testes, mas com expectativa de aplicação a custo nacional para as mais diversas anatomias – aplicação of the shelf. Além disso, tivemos a mesa CICE no LINC presidida pelo professor Armando Lobato e com a aulas de vários dos nossos colegas”, conclui.
 
 
Compartilhar
Ir para o Topo